Yom Kipur à luz do Zohar: a kapará pelo Mashiach

13/09/2013 02:45

Yom Kipur à luz do Zohar: 

A kapará pelo Mashiach

 

Por Tsadok Ben Derech

 

Em texto anterior, expliquei que atualmente só há kapará (expiação, reparação, purificação, perdão, reconciliação, resgate) pelo sangue do Mashiach. Não existe kapará por nenhum outro meio, que não seja por Yeshua HaMashiach  (leia o estudo em: http://www.judaismonazareno.org/news/yom-kipur-e-a-kapara-pelo-sangue-do-mashiach). Caso o leitor não tenha estudado o texto citado, vale a pena compulsá-lo, visto que o presente ensaio pressupõe o prévio conhecimento dos temas lá abordados.

Além de todos os argumentos bosquejados no estudo pretérito, faz-se mister citar o ensino de meu estimado rabino Shim’on Bar Yochai, autor do Zohar.

O Zohar, o Livro do Esplendor, é a espinha dorsal da Cabalá, e contém importante tradição oral judaica. Supostamente, Elohim teria revelado segredos da criação a Adam (Adão), que os transmitiu aos patriarcas e a Moshé (Moisés), até chegar à compilação de tais lições no Zohar, um comentário místico da Torá. Esta obra foi divulgada ao mundo no final do século XIII, na Espanha, por Moisés de Leon (1250 a 1305 D.C), dizendo este que teria reeditado um manuscrito em aramaico do século II, de autoria de Shim’on Bar Yochai.

Apesar da discussão sobre a autoria do Zohar, a maioria dos rabinos giza que o livro foi escrito por Shim’on Bar Yochai no século II, quando, durante a perseguição romana, Shim’on teria se escondido em uma caverna por 13 anos, recebendo revelações sobrenaturais para escrever o Zohar.

Sobre o significado espiritual de Yom Kipur, podemos aprender com a seguinte lição do Zohar:

“No Gan Eden [Jardim do Éden] há um salão que é chamado de ‘Salão do Aflito’.

Agora, é para dentro deste Salão que o Mashiach vai e convoca todas as aflições, dores e sofrimentos de Yisra’el para recaírem sobre Si.  E se Ele não tivesse aliviado os filhos de Yisra’el de suas tristezas, e tomado o fardo deles sobre Si, não haveria ninguém que pudesse suportar o sofrimento de Yisra’el como punição pelo descumprimento da Torá.

Porque está escrito: Certamente, as nossas doenças Ele suportou, e as nossas dores Ele carregou [vide Yeshayahu/Isaías 53:4,5].

Enquanto os filhos de Yisra’el habitaram na Terra Santa, eles afastaram todas as aflições e sofrimentos do mundo pelo serviço do Santuário e pelo sacrifício.

Porém, agora é o Mashiach quem está afastando-os [os sofrimentos/aflições] dos habitantes do mundo” (Zohar 2:212a).

 

Ora, segundo o Zohar, antes da Diáspora, a kapará ocorria em função dos sacrifícios que ocorriam no Beit HaMikdash (Templo/Santuário). Com a destruição do Templo no ano 70 D.C. e a dispersão do povo de Yisra’el pelo mundo, não há mais sacrifícios de animais, razão pela qual quem afasta a punição aplicada aos homens é o Mashiach. Logo, extrai-se do Zohar que só há kapará (expiação) por meio do Mashiach.

Senão bastasse, preconiza o Zohar que ninguém poderia suportar as punições pelo descumprimento da Torá. Por quê?

Explica o rabino Sha’ul (Paulo) que todos pecaram e estão destituídos da glória de Elohim (Ruhomayah/Romanos 3:23; vide ainda Mishlei/Provérbios 20:9). Consequentemente, seria justo que todos nós fôssemos condenados por YHWH. Porém, já que o ETERNO é cheio de chessed (graça), consoante Shemot/Êxodo 34:6, Yeshua HaMashiach morreu para fazer kapará pelos pecados de toda a humanidade. Contudo, somente serão perdoados efetivamente aqueles que fazem teshuvá por intermédio da emuná (“fé”) no Mashiach Yeshua (leia na íntegra os capítulo de Ruhomayah/Romanos 5 a 8).

Resumindo: tanto o Zohar quanto os Ketuvim Netsarim (Escritos Nazarenos/“Novo Testamento”) afiançam que apenas o Mashiach tem o poder de afastar as dores e a punição pelo descumprimento da Torá.

Logo, no Yom Kipur que se iniciará em breve, devemos fazer teshuvá com intensidade, valorizando tudo o que o Mashiach realizou por nós, pois o sofrimento que nos afligiria foi suportado por Yeshua.

Agradeçamos a YHWH Yeshua, porquanto fomos libertos do “Salão do Aflito”.

Sétimo mês, dia 9 do ano de 5774.

Tsadok Ben Derech

 

 

Voltar