Testemunho do Rabino James Trimm

23/03/2014 15:57

TESTEMUNHO DO RABINO JAMES TRIMM

 

Por Tsadok Ben Derech

 

 

INTRODUÇÃO

É com muita alegria que traduzo para a Língua Portuguesa o testemunho do rabino nazareno James Scott Trimm.

Outrora, James Trimm praticava o Judaísmo rabínico e era antimissionário, ou seja, um ferrenho opositor e inimigo daqueles que proclamam Yeshua. Porém, ainda em sua juventude, James Trimm veio a conhecer Yeshua HaMashiach por meio de uma experiência sobrenatural.

De lá para cá, Trimm tem sido um árduo defensor do legítimo Judaísmo bíblico, que proclama a Torá e testemunha Yeshua HaMashiach.

 

TESTEMUNHO TRADUZIDO 

(Texto original: “My Testimony”)

 

Em nenhum outro momento, desde o primeiro século, tem havido tanto esclarecimento sobre nós tal como temos obtido nos últimos anos. As Escrituras nos dizem em muitas profecias que nos últimos dias Elohim estaria removendo as escamas dos olhos das pessoas para enxergar as verdades que não podiam ver antes. Você e eu fomos chamados neste momento a preparar o caminho para esta investida daqueles que buscam a verdade e que estão abandonando o “Igrejismo” e até mesmo o Judaísmo rabínico para a verdade da Torá e do Messias, que é a Torá Viva. Agora, mais do que nunca, as pessoas parecem com fome de verdade.

Lembro-me de quando eu tinha dezoito anos em torno de 1984, quando eu primeiramente deixei o Judaísmo rabínico e me tornei um crente em Yeshua como o Messias. Eu era antimissionário armado, então, debatia com meus amigos cristãos, argumentando que “Jesus” não poderia ter sido o Messias.  Eu tinha todos os argumentos para derrubá-lo. Certo dia, Wendy me pediu para ir a uma reunião de jovens na Igreja com ela. Eu concordei pois eu queria sair com ela. Então, lá estava eu, usando minha kipá e com meu JPS Tanach (Bíblia Hebraica) na mão. Eu não conhecia ninguém lá.

Após a reunião, Wendy foi socializar com outros amigos, e eu estava sentado lá entediado. Apesar dos meus argumentos antimissionários, tive curiosidade sobre Yeshua. Então orei: “Se Yeshua é realmente o seu filho, prove isso para mim”. Pela primeira vez na minha vida uma Bat Kol (voz do céu) falou comigo e disse: "João 1:34”. Eu não tinha um "Novo Testamento", então eu peguei emprestado um que estava no banco e olhei para João 1:34: “Eu vi e testifico que este é o Filho de Deus”. Esta revelação mudou a minha vida. Eu gostaria que a voz tivesse respondido à minha pergunta de forma direta, mas em vez disso foi um verso da Escritura que eu tive que olhar para obter a minha resposta exata. Eu sabia com certeza que Yeshua era o Messias e encontrei-me em uma guerra espiritual logo na primeira noite, então, tive que amadurecer como um crente no Messias. Eu imediatamente comecei a estudar as profecias messiânicas tudo de novo, só que agora as escamas estavam fora dos meus olhos, e agora eu entendia. É claro que Yeshua é o Messias, por que eu não vi isso antes?

Comecei a ler e estudar o chamado "Novo Testamento" e, para minha surpresa, não tinha nada a ver com as coisas que eu associava ao “Cristianismo”. Não tinha nada a ver com campanários, freiras, monges, Papai Noel etc. Era um livro judaico.

Nos meses que se seguiram eu estudei tudo o que podia para me ajudar a entender este livro como um livro judaico. Eu aprendi que os seguidores de Yeshua eram uma antiga seita de judeus chamada de "Nazarenos". Eu encontrei várias referências a estes "Nazarenos" nos escritos dos chamados "Pais da Igreja". Eu percebi que eu era um judeu nazareno. Eu sabia que o meu povo não escreveu a literatura religiosa no primeiro século em grego, e por isso eu procurei e encontrei o texto original em hebraico e em aramaico do "Novo Testamento". Eu descobri que os livros conhecidos como “apócrifos”  eram judeus, não católicos. Eu comecei a publicar estas verdades e descobri que isto estava ressoando em muitos outros, e um ressurgimento do Judaísmo Nazareno nasceu.

Este ensino sempre esteve nas Escrituras esperando para ser descoberto. Estamos vivendo em uma era verdadeiramente emocionante. Elohim vai nos recompensar com mais sabedoria, conhecimento e compreensão acerca de seu plano para nós, como crentes, bem como para as pessoas deste mundo. Fomos chamados não só para entender o que somos (Nazarenos), para onde estamos indo, mas também fomos escolhidos para entender as responsabilidades que Elohim nos entregou. Somos o Seu povo e YHWH deseja que todos nós tenhamos uma parceria em trazer ambos, a Torá e o Messias, para o mundo. Nós, do WNAE[1], estamos fazendo nossa parte (e eu acredito que Elohim está satisfeito com nossos esforços, o seu e o meu). Vamos manter o bom trabalho e Elohim, eu creio, irá nos recompensar abundantemente.

 

 



[1] Instituição que reúne netsarim (nazarenos) ao redor de todo o mundo.

 

Voltar